São Bento 0 x 1 CSA - Mutange está com um pé na final da Série C
por futebolinterior - publicado em 02/10/2017 às 05:10

Foto / Jesus Vicente

Sorocaba, SP, 01 (AFI) - O CSA está com um pé na grande final da Série C do Campeonato Brasileiro. Jogando no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, o time de Flávio Araújo venceu o São Bento por 1 a 0 e completou seis jogos sem perder. O gol de Michel Douglas também derrubou a invencibilidade do adversário, que estava a nove jogos sem saber o que é derrota. Os dois já garantiram o acesso para a Série B de 2018.

Agora o CSA joga pelo empate ou por uma nova vitória diante da sua torcida. Já o São Bento precisa ter dois gols de diferença no placar para avançar. Caso vença por 1 a 0 a decisão ficará para as cobranças de pênalti. O jogo de volta está marcado para domingo, às 19h30, desta vez no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

 

PRA CIMA

Se a força defensiva foi a principal virtude do São Bento no decorrer da temporada, o time de Sorocaba entrou em campo neste domingo muito mais solto do que o normal. Com uma postura mais ofensiva, o técnico Paulo Roberto Santos pediu para que seus jogadores buscassem espaço na marcação do CSA, que também respondia com velocidade. Um início de jogo movimentado, porém, não se converteu em bola nas redes.

Aos 33 minutos o CSA poderia ter aberto placar se não fosse Rodrigo Viana. Daniel Costa levantou para a grande área e a bola sobrou para Dawhan na marca do pênalti, que soltou a bomba sem marcação. O goleiro conseguiu um ‘milagre’ e salvou o time da casa. O São Bento tentava responder, mas sofria para acertar as triangulações e pecava sempre no último passe. A solução foi esperar a volta para o segundo tempo.

Com oito minutos os sorocabanos já acertaram a primeira troca de passes com perigo. Maicon Souza trabalhou com Everaldo e deixou Eder livre para cruzar pra grande área. Desequilibrado, Caio Cezar conseguiu a finalização, mas o zagueiro Mota apareceu bem para espalmar. O técnico Paulo Roberto Santos conseguiu mexer com o jogo com as entradas de Branquinho e Cassinho no gramado. Os dois buscavam a jogada individual pra quebrar a marcação.

VACILO...

Mas o São Bento tomou um banho de água fria aos 34 minutos. Com espaço pela direita, Edinho conseguiu ganhar da marcação na velocidade e cruzou rasteiro para o meio. Rodrigo Viana saiu mal, não conseguiu afastar e a bola sobrou para Michel Douglas no segundo pau. O atacante, sem marcação e sem goleiro, só escorou para o fundo das redes e abriu o placar da semifinal. Foi seu sétimo gol, artilheiro do CSA na competição.

Nos minutos finais o São Bento tomou conta da partida e pressionou o adversário em busca do empate, mas sem conseguir assustar o goleiro Mota. O técnico Flávio Araújo conseguiu prevenir o CSA sobre a principal arma do adversário: a bola alçada na grande área. Os sorocabanos arriscaram algumas trocas de passe, mas já restava tempo para mais nada.

Compartilhe
Comente esta notícia
0 Comentários