Hospital veterinário é flagrado fazendo descarte irregular
por Assessoria - publicado em 23/12/2017 às 06:12

Foto: Fiscalização Slum

De acordo com o Código Municipal de Limpeza Urbana, de 1994, lixo infectante e contagioso (lixo hospitalar) é categorizado como resíduo especial e deve ter uma destinação diferenciada.

O gestor da Slum, Davi Maia, explica como deve ser feito o descarte desses resíduos. “O descarte desses resíduos não pode ser feito no lixo comum, aquele domiciliar, por conta do risco que esse material tem para a sociedade. Nesse caso, uma empresa ambientalmente licenciada tem que ser contratada para fazer o recolhimento e a destinação correta do resíduo”, comentou.

Presenciou uma situação como essa? Denuncie

O maceioense também pode ser um fiscal da Slum. O órgão conta com um canal direto com o cidadão, a Central de Limpeza. As demandas podem ser informadas pelo 0800 082 2600 ou pelo WhatsApp 9 8802-4834. A Central funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Compartilhe
Comente esta notícia
0 Comentários