Combate ao trabalho infantil vai à orla lagunar
por assessoria - publicado em 17/06/2017 às 06:06

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), por meio da Coordenação de Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), realiza neste sábado, das 9h às 12h, mais uma ação do Peti Volante, desta vez na região da orla lagunar – Paróquia Virgem dos Pobres -, no bairro Vergel do Lago, em Maceió.

“A ação consiste na realização de oficinas e rodas de conversa para 200 pessoas da comunidade Sururu de Capote. As atividades serão voltadas para crianças, adolescentes e adultos. Eles vão receber orientações sobre o combate ao trabalho infantil na capital”, diz a coordenadora de Ações Estratégicas do Peti/Semas, Liranise Alves.

Para realizar a ação de combate ao trabalho infantil na parte baixa da cidade, os técnicos da Semas contam com a parceria de instituições da sociedade civil que trabalham em suas respectivas comunidades com ações voltadas para que crianças e adolescentes possam perceber a importância de ter uma infância saudável, longe do trabalho e perto da escola e das brincadeiras.

Os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) Área Lagunar e Cras Cacilda Sampaio também participam da ação. Além das oficinas e rodas de conversa, a garotada vai ter momentos de lazer num parque inflável que será montado na comunidade. A senha para participar das brincadeiras será a vivência nas oficinas e rodas de conversa.

Crianças participam de atividades educativas em ação do Pet Volante Foto: Cícero Rogério Ascom/Semas

Crianças participam de atividades educativas em ação do Pet Volante. Foto: Cícero Rogério Ascom/Semas

Peti Volante

Este ano já foram realizadas oito ações do Peti Volante nas áreas de maior incidência do trabalho infantil em Maceió. O Peti Volante consiste numa metodologia criada para combater o problema, já que os técnicos da Semas e de outras instituições fazem a chamada busca ativa ao procurar nas localidades crianças e adolescentes que estejam trabalhando.

A garotada é encaminhada para participar de momentos de lazer com jogos, desenhos, pintura e brincadeiras. Todas as atividades lúdicas são realizadas por profissionais da Semas, como professores de educação física, educadores sociais, assistentes sociais e psicólogos, bem como educadores sociais de instituições parceiras.

O objetivo é chamar a atenção dos meninos e meninas em situação de trabalho nas ruas para que os técnicos possam preencher as fichas de atendimento. Depois os casos são acompanhados pelas equipes multiprofissionais dos Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas).

Em 2016, o Pet Volante realizou dezenas de ações em Maceió, das quais resultou no atendimento de centenas de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil. Os levantamentos das equipes apontam que a maioria das crianças e adolescentes em trabalho infantil em Maceió são do sexo masculino, estão matriculados na rede pública de ensino, têm entre 7 e 11 anos de idade, sendo a maior parte oriundos dos bairros Vergel do Lago, Centro e Trapiche da Barra, conforme aponta o Relatório de Gestão 2016 elaborado pela técnica de referência do Peti/Semas, Lidiane Guedes.

“Uma hipótese a ser confirmada é verificar se o número de casos foi maior nesse território pelo número de ações desenvolvidas, a exemplo da Expoagro, Centro e Mercado da Produção. Uma constatação que podemos afirmar é que há relação entre o local de residência e o local de trabalho dos meninos e meninas atendidos nas ações do Peti Volante no ano passado”, diz a técnica de referência do Peti/Semas, Lidiane Ricardo.

Compartilhe
Comente esta notícia
0 Comentários
Publicidade
Publicidade