Mãos para o alto isso é alta temporada em Maceió
Sol forte faz o preço esquentar nas praias
por Glécio Rodrigues - publicado em 16/01/2017 às 06:01

Charge/ Dry Farias

 

O turista que pensar em passar as férias no litoral alagoano nesta alta temporada deve preparar o bolso.  A procura por água, cerveja, refrigerante e comidinhas extremamente simples de serem feitas como: (camarão, batata frita e peixe frito), e onde se paga feliz, com sorriso aberto, estão com mais de 100%  do preço de mercado.

 

Quem está ou pretende ir às praias alagoanas, deve se preparar para pagar caro pelo fruto do mar mais cobiçado da região. Uma porção de camarão chega a R$ 45,00. Em alguns restaurantes, o turista paga R$ 75,00. 

 

 

Os preços das bebidas não estão bons: o banhista tem que desembolsar R$ 5,00 para tomar uma água de coco que, antes, saía por R$ 3,00. A água mineral tem uma variação de 100% entre barracas: num ponto da praia custa R$ 2,00 e, no outro, R$ 4,00. Dependendo de onde comprar, o turista pode pagar R$ 3,50 mais caro ou mais barato pela cerveja e pelo refrigerante.  Sem falar no picolé nosso de cada dia que é tabelado e podemos observar a alteração com adesivos por cima dos preços quase que dobrando o valor.

 

Para quem não tem um lugar fixo na praia, é bom saber que os preços do aluguel de cadeiras também variam ao longo da orla de Ponta Verde: enquanto um local cobra R$ 20,00, outro pede R$ 25,00. O aluguel dos guarda-sóis  gira em torno de R$ 30,00.

 

E você o que acha de tudo isso.....?

 

Compartilhe
Comente esta notícia
1 Comentário
Robson em 10/01/2013 comentou:
É um absurdo o que eles fazem não só com os turistas, mas com os da casa também, porque nós que moramos aqui somos obrigados a pagar esse mesmo preço...
Publicidade
Publicidade