Barco-escola do IMA atende 31 grupos sociais em seis meses
por Assessoria - publicado em 17/08/2017 às 07:08

Divulgação

Há oito anos, o barco-escola do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) vem realizando um trabalho educacional junto a diversos setores da comunidade. Em 2017, até o momento, participaram 21 escolas, quatro instituições de ensino superior, além de seis organizações sociais distintas. Um total de 11 municípios atendidos.

Na terça-feira (15), o barco-escola esteve com os alunos da Escola Municipal de Educação Básica Nossa Senhora Mãe do Povo, do município de Tanque D'Arca.

O ‘Navegando Com o Meio Ambiente’, nome dado ao projeto e que conta com o apoio da Braskem, realiza um trabalho voltado, especialmente, para a comunidade escolar, mas, não exclui outros tipos de entidades que queiram participar. A intenção é disseminar a educação ambiental, mostrando aos participantes a realidade do Complexo Estuarino Lagunar Mundaú-Manguaba e da Área de Proteção Ambiental (APA) de Santa Rita.

À bordo do catamarã, a população tem a oportunidade de ver a situação da laguna de perto. As belezas da região contrastam com o assoreamento, poluição, desmatamento dos mangues e despejo de esgoto, alguns dos problemas que essa região enfrenta há tempos.

Durante o passeio, que, na verdade, é uma aula de campo a céu aberto, as crianças, especialmente, podem observar também o dano causado pela falta de cuidado com o meio ambiente.

“Quando recebemos os alunos no barco-escola percebemos que eles realmente ficam chocados com o tamanho e o que a poluição causa não só para a laguna, mas para o meio ambiente em geral. A intenção de todas as ações da Gerência de Educação Ambiental é plantar essa sementinha neles; fazer com que eles pensem duas vezes antes de jogar novamente um papelzinho no chão”, diz a coordenadora do barco-escola, Elisa Liberal, à frente do projeto desde setembro de 201.

Elisa comenta que a intenção de um projeto educacional como o barco-escola é atingir principalmente a comunidade escolar, para que eles, que possuem um grande potencial para desenvolver novos hábitos de preservação do meio ambiente, repassem isso para sua comunidade.

“Queremos que eles sejam multiplicadores, que chamem a atenção dos seus amigos e parentes quando os virem fazendo algo contra o meio ambiente”, conclui.

A escola, instituição de ensino superior ou organização social que tiver interesse em participar do Barco-Escola do IMA deve comparecer à sede do órgão, localizado no bairro do Mutange, e solicitar o agendamento, que é feito mediante solicitação formal com ofício pela instituição interessada. Mais informações podem ser obtidas através do número 98833-3840.

Compartilhe
Comente esta notícia
0 Comentários